Angola: Centro de Controlo do Angosat-1 conta com estação de captação de água

Angola: Centro de Controlo do Angosat-1 conta com estação de captação de água

Luanda - O Centro de Controlo e Missão de satélites do Angosat-1, localizado na comuna da Funda, município de Cacuaco, norte de Luanda, conta com um sistema de captação, tratamento e distribuição de água potável e uma estação de comutação para o fornecimento de energia eléctrica, soube hoje, sábado, a Angop.

A estação de captação de água instalada no rio Bengo, que dista há cinco quilômetros do Centro de Controlo e Missão de satélites, possui três tanques com capacidade de duzentos metros cúbicos (200m³) cada e vai servir para abastecer os centros de tratamento e distribuição de água adjacentes às instalações do Angosat-1.

Em declarações à imprensa, no final de uma visita de constatação e avaliação destas infra-estruturas, efectuada pela Comissão Interministerial para a Coordenação Geral do Programa Espacial Nacional, o director geral do gabinete de Gestão do Programa Espacial Nacional (GGPEN), Zolana Rui João, afirmou estar garantido o fornecimento de energia eléctrica para a operacionalidade dos equipamentos a serem instalados nas infra-estruturas.

Disse que, para além de possuir uma estação de comutação onde se recebe as linhas de média tensão da Empresa Nacional de Distribuição de Energia (ENDE), dois grupos de geradores de mil e 200 kaveias (1.200 kva) cada, assim como um grupo de ups para protecção de energia nas instalações,  brevemente vão ser apetrechadas com equipamentos.

Zolana Rui João definiu, por outro lado, o tipo do Angosat-1 como um satélite geoestacionário artificial, que está localizado há 36 mil quilômetros a nível do mar e tem a mesma velocidade da rotação da terra que consegue cobrir um terço do globo terrestre.

Segundo o responsável, o satélite vai funcionar em duas bandas, nomeadamente banda C e banda KU.

O edifício do Centro de Controlo e Missão de satélites, que durou cerca de seis meses para a sua construção, foi erguido numa área de seis mil e 617 metros quadrados, possui três pisos, um teleporto, parque de estacionamento com 50 lugares, áreas verdes e outros compartimentos. Terá a missão de controlar, rastrear e fazer a telemetria dos dados enviados pelo Angosat-1.

A duração da construção do ANGOSAT-1 está projectada para 36 meses, dos quais já passaram cerca de 25. O satélite angolano vai possuir um centro primário de controlo e missão em Angola e outro secundário na Rússia.

Data: 21 Fevereiro de 2016
Fonte: Angola Press

Copyright © 2016 2gwebhost -Todos os Direitos Reservados